Cuidado: ESET alerta para esquema malicioso usado no WhatsApp

 

 

hackear-whatsapp-623x432

A ESET, uma das principais empresas de segurança informática, emitiu um alerta no Brasil onde dá conta de um esquema malicioso que é usado no software WhatsApp. De acordo com esta empresa, o golpe promete o acesso a uma funcionalidade falsa que passa pela visualização da conversa no WhatsApp, permitindo ao utilizador ver com quem os seus contactos se estariam a comunicar.

O objetivo deste golpe é levar o utilizador a introduzir o seu número de telefone num serviço de SMS Premium (serviço em que as mensagens de texto são pagas) tendo, em apenas duas semanas, levado mais de 1,2 milhões de cliques naquele país sul-americano.

“Este é mais um caso de campanha fraudulenta que se propaga pelo WhatsApp e que tem como objetivo atingir o maior número possível de utilizadores. Essa ação segue o mesmo padrão utilizado noutros golpes aplicados pela aplicação de mensagens instantâneas que tem como objetivo o ganho financeiro, com a inscrição no serviço de SMS Premium”, revelou Camillo Di Jorge, Presidente da ESET Brasil.

Na ação criminosa, o utilizador recebe um link com a promessa de ativar a nova funcionalidade de “Visualizador de Conversa para WhatsApp”. Ao clicar, o utilizador é redirecionado para uma página maliciosa, onde é levado a partilhar o falso link com os seus contatos de forma a que seja possível ativar a funcionalidade. Em seguida, a vítima é redirecionada para uma plataforma de publicidade contratada pelo cibercriminoso, onde é levada a inscrever-se no serviço de SMS Premium para que lhe seja dado o acesso ao visualizador de conversas.

De acordo com o estudo feito pela ESET, esta campanha teve início em 18 de novembro e já atingiu 1,5 milhão de pessoas no mundo todo. O Brasil é o país mais atingido até o momento, sendo que Portugal está também na lista de países afetados por este esquema.

Como recomendação, a ESET pede mais uma vez aos utilizadores de dispositivos móveis que apenas instalem as Apps certificadas e presentes nas lojas oficiais como o iTunes (no iOS) e Google Play (no Android) e que visualizem sempre as opiniões feitas pelos seus utilizadores e publicadas nas  respetivas lojas .

( Fonte )

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alertas, Cibercrime, Segurança, WhatsApp. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s