Sabe de onde vem a electricidade que consome em sua casa?

 

Image

Em 2016 muito se falou sobre energia, especialmente em energias renováveis. É verdade que nesta área tem havido uma evolução significativa, em vários aspectos, mas continua em falta saber quanto consome cada equipamento (individualmente) eléctrico lá em casa.

Algo que passou a ser do conhecimento dos consumidores foi a origem da electricidade consumida.

Para saber de onde vem a electricidade que consome, ou melhor dizendo, quais as fontes energéticas utilizadas na sua produção, foi criado um sistema de rotulagem para a electricidade. À semelhança do rótulo de um produto que compra no supermercado, a factura da sua electricidade, bem como na página da Internet do seu comercializador e da própria ERSE, passaram a disponibilizar informações sobre as fontes de energia associadas ao seu consumo e os impactes ambientais daí resultantes.

 

Em síntese, cada comercializador deve informar o seu cliente sobre:

  • A origem da energia consumida (carvão, gás natural, hídrica, eólica, etc.);
  • Os impactes ambientais associados ao consumo, designadamente as emissões de dióxido de carbono (CO2) e produção de resíduos radioativos de alta atividade.

Assim, se consultar a sua factura deverá ver a informação sobre quais as fonte da sua energia que consumiu.

EDP_00

Electricity Map

Outra forma, mas agora ao nível do País e em tempo real, é acedendo ao site Electricity Map. Aí dentro é possível saber quais as fontes de energia usadas para a produção de electricidade nos mais diversos países, incluindo Portugal. O site informa-nos também sobre a intensidade de carbono, entre outras informações.

energia_02

Com os avanços ao nível da Internet das Coisas, certamente que, num futuro próximo, conseguiremos saber quanto gastará cada equipamento e assim ter uma melhor consciencialização da energia que consumimos.

Vive-se atualmente uma época em que a energia se tornou um vector essencial para o desenvolvimento das nações. A contrapartida do uso intensivo de energia, nas suas diversas formas, releva-se na destruição progressiva do meio ambiente e na degradação da qualidade de vida. Não se esqueça que a conta da luz vai aumentar 1,2% já em 2017.

( Fonte )

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: