A Microsoft muda a política de privacidade no Windows 10

 

 

Windows 10

Desde que a Microsoft lançou o Windows 10 que as questões de privacidade e recolha de informação sobre os utilizadores andam na ordem do dia. Muitos se mostraram contra a forma como os seus dados são fornecidos à Microsoft.

Agora, a empresa de Redmond resolveu alterar a sua posição face à privacidade e passará a dar aos utilizadores um controlo muito maior sobre a informação que é recolhida.

Foram várias as queixas, mais ou menos formais, sobre os dados que a Microsoft recolhia e a forma como estes eram obtidos. Para além desta questão, existia ainda a dúvida sobre a forma como a Microsoft os usava e em que situações o faria. A empresa americana sempre procurou mostrar que os dados recolhidos eram apenas usados para melhorar o Windows 10 e a sua utilização, mas sempre ficaram dúvidas sobre este processo.

A Microsoft resolveu agora aligeirar o processo e dar aos utilizadores um maior controlo sobre os dados que são fornecidos, permitindo a sua escolha, a consulta e eliminação. Para isso, tem agora duas ferramentas, uma alojada na Internet e outra dentro do próprio Windows 10. 

 

O novo centro de privacidade da Microsoft

À imagem do que outras empresas fazem, a Microsoft tem agora também um centro de privacidade, onde os utilizadores podem consultar toda a informação que foram fornecendo. Podem aí ver o histórico de pesquisas, de navegação, de localizações e até da Cortana.

Windows 10 centro de privacidade

A Microsoft dá aos utilizadores mais controlo, permitindo que estes eliminem os dados que estão presentes, deixando assim de estar acessíveis para cruzamento de dados e outro tipo de processamentos. 

 

As novas opções de privacidade do Windows 10

Para além deste novo centro, a Microsoft está a preparar também o Windows 10 para que dê mais controlo aos utilizadores. Com o novo Creators Update chegará também uma nova possibilidade de configuração que permitirá indicar que dados podem ser enviados para a Microsoft.

Isto não impedirá a empresa de recolher informação de utilização do Windows 10, mas limitará a sua ação aos elementos mais básicos, deixando de fora a informação sensível do utilizador.

Windows 10 privacidade

Para além de dar mais liberdade aos utilizadores, a Microsoft quer acima de tudo que estes consigam controlar de forma fina quais os dados que são passados para avaliação.

Além disso, quer também voltar a dar aos utilizadores a segurança de que os seus dados são realmente privados e que a empresa não os usa para seu proveito próprio.

( Fonte )

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: