Gmail está mais seguro

A Google anunciou esta semana o reforço na segurança do serviço Gmail.

gmail_seg_1

Garantindo que é primordial manter os dados da empresa seguros, a gigante norte-americana revela que foram feitas novas atualizações de segurança nas contas Gmail, que passa a incluir a deteção precoce de phishing graças ao machine learning, avisos para ligações maliciosas, avisos para respostas não intencionais a domínios externos e novas linhas de defesa para fazer face a estas novas ameaças.

Novos modelos de machine learning no Gmail para bloquear Phishing

O Machine Learning ajuda o Gmail a bloquear mensagens Spam e de phishing na sua caixa do correio com uma precisão de 99.9%. Trata-se de uma percentagem elevada tendo em conta que 50 a 70 % das mensagens que o Gmail recebe é considerado SPAM. A empresa afirma que continua a desenvolver esforços na melhoria da precisão de deteção de mensagens SPAM com a deteção mais cedo de phishing, um modelo de machine learning dedicado que, de uma forma seletiva, atrasa as mensagens (em média, menos de 0.05% das mensagens) para realizar análises rigorosas de phishing e consequentemente proteger os dados do utilizador de serem comprometidos.

Os modelos de deteção estão integrados com as tecnologias de machine learning do Google Safe Browsing para encontrar e denunciar URLs suspeitos ou de phishing. Estes novos modelos combinam uma variedade de técnicas, tais como, reputação e análise semelhante nos URLs, permitindo-nos gerar novos URLs de avisos para links de phishing e de malware. À medida que são encontrados novos padrões, os modelos adaptam-se mais rapidamente do que os sistemas manuais e vão sempre melhorando à medida que o tempo passa.

Safer Browsing in Gmail

Novos avisos para os colaboradores de forma a prevenir a perda de informação

Quando os colaboradores estão capacitados para tomar as decisões corretas de proteção da informação, isto pode melhorar a atitude da segurança de uma empresa. Para ajudar nesta tarefa, o Gmail, agora, apresenta avisos para respostas não intencionais a domínios externos aos utilizadores para prevenir a perda de informação. A partir de hoje, se o utilizador tentar responder a alguém fora do domínio da sua empresa, irá automaticamente receber um aviso rápido para se certificar de que realmente pretende enviar esse mesmo email. E, porque o Gmail tem inteligência contextual, é possível reconhecer se o destinatário desse email é um contacto existente ou alguém que o utilizador contacta regularmente de forma a evitar a apresentação desnecessária de avisos.

Proteção para negócios com os mais recentes avanços de segurança

As ameaças de segurança estão constantemente a evoluir e a Google diz que está em permanente investigação de formas que permitam ajudar as pessoas a protegerem os seus dados. Através de novas defesas incorporadas contra o ransomware e malware polimórfico, o Gmail agora bloqueia milhões de e-mails adicionais que podem prejudicar os utilizadores. Classificando as novas ameaças ao combinar milhares de sinais de spam, malware e ransomware com ligações heurísticas (e-mails que podem ser ameaças baseados em sinais) e assinaturas do remetente (já marcado como malware).

À parte das atualizações anunciadas, a empresa destaca outros avanços de segurança que levou a cabo no Gmail para garantir que os seus utilizadores estão seguros:

A Google revela, como exemplos, as empresas Whirlpool, PWC e a Woolworths como algumas das entidades que confiam no Gmail para efeitos colaborativos.

( Via )

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Google, Segurança. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s