Dica: Aprenda a identificar os falsos emails

image

Enviar e receber emails é uma das atividades mais comuns do nosso dia-a-dia.  A utilização generalizada deste serviço transformou-o numa ferramenta fundamental para as empresas, instituições e utilizadores em geral. A massificação da utilização do email levou, como não seria de esperar, ao surgimento de diversas funcionalidades ao longo do tempo e se no início apenas era possível enviar mensagens, agora podemos adicionar anexos, entre muitas outras funcionalidades.

Ao permitir o armazenamento de todos os emails enviados e recebidos e das listas de contactos utilizados, a nossa caixa de entrada transformou-se numa ferramenta muito valiosa.

Em paralelo, o email é um dado necessário em praticamente todos os serviços que utilizamos online, como o registo em fóruns, redes sociais, home banking e muito mais.

Tudo isto transformou o email num vetor de ataque considerável para os criminosos. No entanto, isto não é uma novidade, já que, desde as origens deste serviço, era possível observar-se diversos golpes e ameaças que utilizavam esta ferramenta como principal meio de propagação, utilizando sobretudo a Engenharia Social.

Nas próximas linhas ficam algumas dicas para aprender a identificar possíveis emails falsos:

Ler mais deste artigo

QUIZZ : Faça um teste á sua maturidade digital

Em Portugal quase 30% da população continua afastada dos meios digitais e o nível de literacia é ainda relativamente baixo. O movimento MUDA quer promover maior participação e entre as iniciativas tem um Quizz para que possa medir o seu nível de conhecimento.

image

O movimento foi lançado oficialmente há algumas semanas e junta uma série de organizações de diversos sectores com o objetivo de reduzir o número de pessoas que nunca usaram a internet e melhorar também as competências da maioria da população portuguesa, facilitando o acesso a serviços.

Ler mais deste artigo

Sabe qual o lucro dos sites de pirataria?

software-pirata

Longe vão os anos em que os sites de pirataria eram algo conotado com rebeldia contra o sistema, para fazer boa figura em frente aos amigos ou simplesmente “porque sim”. Hoje em dia é tudo uma questão de dinheiro. Muito dinheiro.

Não existem muitos estudos sobre a quantidade de dinheiro que estes sites movimentam, mas os que existem mostram que a disponibilização de conteúdos fora da lei é um excelente negócio que, apesar da actuação das autoridades, se está a expandir rapidamente. Segundo um destes estudos, encomendado em 2014 pela organização sem fins lucrativos Digital Citizens Alliance, sites como o The Pirate Bay ou o KickassTorrents geram lucros astonómicos.

Ler mais deste artigo

“Baleia Azul”: Tudo sobre o jogo que já fez a 1ª vítima em Portugal

 

 

 

Apesar de serem plataformas extremamente úteis que mudaram a forma como comunicamos com o mundo, a verdade é que, as redes sociais quando não são utilizadas devidamente, podem ser autênticos ninhos de perigos para os utilizadores.

Ultimamente fala-se muito do jogo “Baleia Azul” e há a notícia de que este fez a primeira vítima no nosso país.

Mas, afinal, que jogo é este?

Ler mais deste artigo

Se gosta de jogos e outros serviços online, tenha cuidado com a fatura que vai ter que pagar

 

 

Os toques polifónicos para telemóveis foram o primeiro grande boom de subscrições inadvertidas. Agora são mais os jogos e os passatempos

tek computador

Recebeu uma fatura do seu operador de telecomunicações com uma subscrição de um jogo online ou um passatempo a que nunca aderiu? Pois, está entre milhares de portugueses a quem isso sucede, confirma a Deco, e o mais provável é ter aderido, ou o seu filho, sem se dar conta – as letras pequenas no fundo da página raramente são lidas pelos consumidores. É possível cancelar o serviço, através da operadora ou diretamente no fornecedor. Mas o mais certo é ter de pagar o período já subscrito.

Ler mais deste artigo

Ver streams ilegais é crime condenável até 3 anos de prisão

 

image

A noticia é dada com grande destaque este fim de semana pelo Jornal de Notícias. De acordo com o popular jornal nacional, quem assiste a transmissões televisivas via stream está a incorrer num crime de usurpação, contemplado nos artigos 195.º e 197.º do Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos, podendo ser condenado até três anos de cadeia.

Ler mais deste artigo

Mais de 10 mil sites de pornografia infantil “destruídos” pelo grupo Anonymous.

 

 

O grupo de hackers Anonymous é conhecido por levar a cabo uma série de operações contra organizações terroristas com o objetivo de controlar os seus movimentos na ‘dark web’. Desta feita o alvo foi o serviço de alojamento Freedom Hosting II.

Agindo enquanto organização ou a título pessoal, os membros do grupo Anonymous continuam a sua batalha por denunciar empresas, organizações terroristas ou outros grupos organizados que aproveitam a ‘dark web’ para cometer atos criminosos.

Desta feita um membro do grupo descobriu cerca de 10 mil sites com pornografia infantil alojados no serviço Freedom Hosting II e não hesitou em ‘desligar’ estes sites.

Ler mais deste artigo

GNR e Microsoft assinalam Dia Europeu da Internet Segura

 

 

ed7c0

A Microsoft Portugal e a Guarda nacional Republicana (GNR) promovem, a partir de hoje, dia 7 de fevereiro e até sexta-feira, dia 10 de fevereiro, em todo o país, várias ações de sensibilização para as “boas práticas” da navegação online, no âmbito do Dia Europeu da Internet Segura.

Sob o lema “Marca a diferença: Unidos por uma Internet melhor!”, este é o quarto ano que a Microsoft Portugal e a GNR, em parceria, organizam uma campanha que terá como público alvo as crianças e jovens, os encarregados de educação, a população sénior, alargando nesta edição aos agentes educativos.

Ler mais deste artigo

Dica: 4 ferramentas para se sentir mais seguro online

 

 

Em nome da segurança e privacidade

 

Nos dias de hoje muito se fala na privacidade online! Se por um lado não podemos “fugir” aos serviços que apenas estão online, por outro é importante escolher os melhores.

Por esse motivo, hoje apresentamos-lhe 4 ferramentas totalmente gratuitas, multiplataforma, que o vão ajudar a sentir-se mais seguro online.

Ler mais deste artigo

Portugueses já não reclamam tanto das compras feitas online

 

 

compras-online

Em 2016, a Direção Geral do Consumidor recebeu 258 reclamações relacionadas com o comércio eletrónico, um número abaixo do verificado no ano anterior, quando chegaram aquela entidade 334 queixas, isto apenas no período de janeiro a outubro.

Registados desde 2010, os valores só se tornaram significativos no ano seguinte, quando foram recebidas 362 reclamações. Em 2012 houve um acréscimo de 7,73%, para as 390 queixas, ainda mais acentuado em 2013, de 50,26%, para as 586.

Ler mais deste artigo

%d bloggers like this: